14 de abril de 2016

5º ANO: A revolução de 1383-1385

A revolução de 1383-1385: da batalha de Aljubarrota à nova Dinastia de Avis
OBJETIVOS
Descrever sucintamente episódios da batalha de Aljubarrota;
 Identificar os protagonistas da batalha de Aljubarrota;
 Sublinhar a importância da batalha de Aljubarrota na afirmação da independência nacional; Relacionar a revolução de 1383-1385 com as alterações na estrutura social portuguesa.
A aliança entre Portugal e a Inglaterra
No campo de batalha, os Portugueses saíram vitoriosos. Contudo, D. João I precisava de estar preparado para eventuais ataques castelhanos. Na luta contra Castela, Portugal contou com o apoio de archeiros ingleses. Assim, a 9 de maio de 1386,
Portugal celebrou um tratado de amizade com a Inglaterra (o Tratado de Windsor), em que os dois países se comprometiam a auxílio mútuo.
Esta aliança foi reforçada com o casamento de D. João I com uma nobre inglesa, D. Filipa de Lencastre, em 1387.
 Com Castela, o tratado de paz só foi assinado em 1411, quando os reis castelhanos desistiram do trono de Portugal, reconhecendo a independência de Portugal.

A revolução de 1383-1385: da batalha de Aljubarrota à nova Dinastia de Avis

Sem comentários:

Enviar um comentário